As Mandalas são símbolos ancestrais e acompanham o
homem  ao longo da história, interagindo no campo
energético dele e do ambiente no qual se encontram.
Elas modificam e harmonizam  a energia em sua volta
independente de nossa vontade e, com o passar do tempo,
podem provocar alterações profundas.
Cada Mandala representa o Universo ou o tudo que se
encontra dentro dela, a linea externa, separa o “sagrado” do
“profano”, quer dizer, o que já forma parte do seu campo
energético e o que não. Como se fosse o espaço onde as
forças da natureza se instalam alterando e melhorando as
nossas vibrações e as do ambiente.
A Mandala tem a capacidade, pelas formas concêntricas
de absorver, transmutar e expandir a energia ao seu redor. A
cromoterapia é fundamental na hora de compor formas e
cores.
O ponto central da Mandala é o principal, é ali que se
concentra a sua força, e é para onde se conduz naturalmente
o nosso olhar, prendendo absolutamente a nossa atenção. È
por isto que são tão agradáveis para meditar…
Se quiser entrar em sintonia com uma Mandala, preste
atenção na sua respiração, é através dela que se absorve o
PRANA, ou energia vital. Tranqüilizando o ritmo respiratório,
se acalmam o coração e a mente, produzindo o estado de
espírito certo para transitar dentro da Mandala e receber uma
maior quantidade de energia.
Talvez lhe agrade ter uma Mandala simplesmente por ser
um desenho bonito, com certeza ela irradiará a sua energia
no ambiente onde for colocada, deixando-o mais limpo,
tranqüilo, harmonizado e convertendo-o com o tempo no seu
lugar preferido.
Bons fluidos…

Anúncios